Tag Archives: Igreja Presbiteriana Fundamentalista

História em poucas palavras: A esperança

10888736_362733960564553_855326284456743765_n

A Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Paulista passou por mudanças significativas ao decorrer dos anos. Dentre tais mudanças, obtivemos reformas em sua estrutura física e também em seu aspecto doutrinário.

Com a chegada do Rev. Clóvis Palmeira, foi introduzida de maneira mais firme a doutrina da fé reformada, de forma que em dados momentos os membros ainda não conceituados, sentiram certa diferença. No entanto, foi preciso voltar a doutrina dos apóstolos e “perseverar” nesta.

Ainda no ano de dois mil e dois, o na época, seminarista Zacarias Dantas de Miranda Filho, chegou à Igreja por meio de um convite feito pelo Rev. Clóvis Palmeira. Estudante de teologia no seminário Presbiteriano Fundamentalista do Ipsep, era mais do que alguém a quem o pastor Clóvis poderia confiar a Igreja do Paulista, era a certeza da continuidade e defesa da sã doutrina, a fé reformada.

Em dois mil e três, o seminarista Zacarias Dantas foi ordenado presbítero e já em dois mil e quatro, licenciado e ordenado Pastor. Rev. Clóvis partiu em direção a Caruaru, logo em seguida, Petrolina, onde como fruto de seu trabalho montou mais uma de nossas igrejas. Desde então, o Reverendo Zacarias tem liderado nossa igreja com bastante afinco, completando neste ano de dois mil e quinze, onze anos de ministério.

Atividades de assistência a comunidade sempre foram um dos muitos objetivos do atual Reverendo. Em parceria com o Colégio Fernando Ferrari, cursos de metrologia foram oferecidos de maneira gratuita, com a entrega de certificados profissionalizantes; Entregas de roupas e alimentos são feitas à Creche Bethesda, em Castainho- Garanhuns; Visita à asilos da cidade fazem parte do cronograma de exercícios.

Feitos marcantes podem ser citados sobre a liderança do Reverendo Zacarias. A Reforma do templo realizada em dois mil e onze, foi uma de suas grandes obras. Com uma visita do Reverendo Osmar Damasceno Sanches, foi feito um contato do Pastor Zacarias com o Reverendo Hussun Kin, líder da Igreja Bethesda na Coréia. Foi então que os coreanos autorizaram uma oferta destinada a reforma. Entre correrias em busca de documentos e aprovação da prefeitura, com muita oração e perseverança, hoje contemplamos por fim, a bela estrutura que temos.

Um outro marco de grande importância foi a reforma doutrinária a que a Igreja foi submetida, responsável pelo aclarar das ideias, trazendo por consequência a certeza que temos sobre nossa doutrina. Quando questionado sobre a maior dificuldade enfrentada nos dias atuais, o Reverendo respondeu:

“Nossa maior dificuldade é a caixa do nada, uma figura ilustrada que se classifica como uma pessoa que está ali e que ao mesmo tempo não está, de modo que o aprendizado tem sido muito lento. A igreja atual está muito mítica, sensitiva. Alguns se sentem bem se o culto trouxer aquela satisfação, emocionalismo, mas o culto reformado é um culto que nos humilha que dá a Deus a glória que lhe é devida. Nossa maior dificuldade é a Capacidade assimilativa é a ortopraxia¹. 

*1. Ortopraxia – Doutrina legítima de Deus aplicada à nossa vida.

Ainda com relação a crise enfrentada no mundo cristão dos dias atuais, como tema da conferência em comemoração aos cinquenta e sete anos da Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Paulista, aprouve ao Reverendo Zacarias definir por tema: Sinais de uma igreja viva, embasada em Atos capítulo dois, versículos de quarenta e dois a quarenta e quatro.

10407263_370126773158605_4563443015003166663_n

  “Gostaria que a igreja contemporânea olhasse a igreja primitiva, perseverasse e que mantivesse a doutrina dos apóstolos, na lembrança, memória, no cumprimento.” – Reverendo Zacarias Dantas de Miranda Filho em entrevista

  O tempo passou e muitos por aqui também passaram, grandes nomes vieram a nos pastorear. Recém licenciado e ordenado, talvez não fosse algo a que aquele jovem pastor esperasse ou mesmo pudesse confiar a si. No entanto, “Sim, grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres.” –Salmo 126:3

A esperança absorta aos pensamentos dos que veem os maravilhosos feitos do Senhor sobre o Seu templo é a mesma que a de nosso Reverendo:

“Gostaria de que os jovens, os netos, bisnetos, pudessem ser sucessores nossos, amassem a lei de Deus, a palavra do Senhor. Que a igreja possa continuar a perseverar. Ainda que séculos se rompam e o tempo venha passar.”

–Reverendo Zacarias Dantas de Miranda Filho

306680_323751531043621_1136946267_n
          Reverendo Zacarias Dantas e sua esposa Mirtes Miranda

    O Fim? Não, apenas o começo.

Raynara Marinho

Vice-presidente da MPFP

História em poucas palavras: Primeiros passos

Naquele tempo não existiam muitas Igrejas na localidade, pra falar a verdade, a única que existia era a Igreja Católica Romana. O cenário começou a se transformar quando na época, o evangelista Severino Marinho e os irmãos que o acompanhavam, todos vindos da Igreja Presbiteriana Fundamentalista de Maria Farinha, iniciaram um ponto de pregação na casa da irmã Elvira Nunes, no engenho Fragoso.

Uma forma encontrada por eles para anunciar o evangelho era montar locais de cultos, espalhados pela cidade. Um desses lugares foi a casa de número trinta e um, na Vila Torres Galvão em Paulista, onde morava o jovem evangelista. Não demorou para que o plano de ação surtisse efeito. Um número de pessoas consideravelmente satisfatório foi alcançado e então, os irmãos perceberam que já era hora de instalar ali uma Igreja, onde se pregasse a sã doutrina e palavra de Deus.

A ideia foi levada até a igreja mãe, conhecida até hoje como “Igreja do cais de José Mariano”, na época liderada pelo Rev. Israel Furtado Gueiros que logo tratou de auxiliar na compra do terreno. A princípio quiseram instalar a construção próxima a antiga rádio relógio musical, ainda existente, localizada a alguns metros da casa do evangelista Severino Marinho, mas devido ao elevado preço não concretizaram a compra. Foi então que encontraram um terreno com preço acessível e formalizaram a compra. Atualmente está localiza à rua Francisco Santiago, número seiscentos e vinte, na Vila Torres Galvão em Paulista.

Em vinte e cinco de janeiro de mil novecentos e cinquenta e oito, não era só inaugurado o templo, iniciava também os primórdios do presbiterianismo/calvinismo na região.

Inauguração do templo em 25/01/1958
                                                                       Inauguração do templo em 25/01/1958
ft16
   Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Paulista, década de 1980, sob liderança do Rev. José Vasconcelos
Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Paulista em 2014, sob liderança do Rev. Zacarias Dantas
Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Paulista em 2014, sob liderança do Rev. Zacarias Dantas

O evangelismo era trabalhado de maneira intensa e o nome da igreja começava a crescer. Áreas como Alto do bigode, Alto da Roseira, Engenho Maranguape, Engenho Fragoso e demais sítios renderam o aumento no número de membros. Trabalhos de assistência à comunidade eram realizados com a ajuda e envio de mantimentos pelos americanos. Vários foram os pregadores que passaram pelo templo recém instalado, dentre eles, americanos que contribuíam para os trabalhos com a comunidade; alimentos eram trazidos e distribuídos para com os que necessitavam.

O primeiro pastor a liderar a igreja foi o Rev. Francisco Gueiros, seguido por Oziel Gueiros, Otoniel Gama, Severino Marinho, Israel de Oliveira, José Maria, José Vasconcelos, Avelino, Marcos Apolo, Clóvis Palmeira e nos dias atuais, Rev. Zacarias Dantas de Miranda Filho. Cada qual com suas características contribuíram para o crescimento e desenvolvimento integral dos irmãos e consequentemente, da igreja.

O Rev. Francisco Gueiros, por ser o primeiro a pastorear-nos, exerceu o importante papel de instruir os irmãos na palavra e ensiná-los como deveriam cuidar da casa de Deus, anunciar as boas novas de salvação e prestar os cuidados devidos a uma comunidade até então, distante de Deus e envolta em diversas crenças e exercício destas. Chegado o Rev. Oziel Gueiros, permaneceu-se o estilo de conduta, aplicada por características distintas de administração. Vindo da Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Recife (Ipsep), Otoniel Gama trouxe consigo o mesmo evangelista que havia dado início ao trabalho, Severino Marinho, no momento auxiliar das atividades realizadas no Ipsep, dedicava-se também ao estudo das Sagradas Escrituras.

Após o exercício dos primeiros pastores, foi chegada a vez de Severino Marinho. Ele Foi ordenado pastor e conduziu a Igreja até ser declarado com idade suficiente para a jubilação.

Israel de Oliveira, José Maria, José Vasconcelos, Marcos Apolo, Avelino, Clóvis Palmeira, também passaram por Paulista. Nomes que perduram até os dias atuais na memória dos mais velhos e agora, dos mais novos. Mantiveram a postura e cumpriram com a legislação da Igreja, permitindo a persistência em meio a dificuldades, “[…] Sabendo que a prova de vossa fé obra a paciência.” –Tiago 1:3

Atualmente somos dirigidos pelo Rev. Zacarias Dantas, responsável por mudanças significativas e que este ano completa o ministério de onze anos em nossa igreja. Mas sobre ele e sua contribuição você acompanha amanhã, com mais uma publicação da série “História em poucas palavras”.

Raynara Marinho

Vice-presidente da MPFP

SOS Jovem: Rumo a Patos!

 

 

1407679395

  Nos últimos dias 30 e 31 de Agosto, foi realizado o encerramento do 26º SOS Jovem na Igreja Presbiteriana Fundamentalista em Patos-PB e claro, nós mocidade do grande Recife não poderíamos perder a oportunidade de participar de momentos tão bons de integração entre os jovens, alimentação com a palavra de Deus e crescimento mútuo.

  Saímos em direção a Patos a partir das sete horas da manhã, sempre com muita animação, euforia e alegria. Cada um contribuía como podia, seja cantando, gritando, comendo ou TENTANDO dormir, e claro, a última contribuição foi impossível de se realizar. Foram incríveis sete horas e meia de viajem. Mesmo já cansados, a descida da serra foi incrível. Vimos várias paisagens dignas de paraíso, rochas e montanhas enormes, uma vegetação bem verde, cobertos por sombras de algumas nuvens, deixando pequenos espaços para que a luz do sol penetrasse. Simplesmente lindo!

  Ao chegarmos na Igreja, fomos muito bem recebidos, além do calor da cidade, também pela irmã Thaís Renally e algumas irmãs que cuidavam do nosso almoço. Pudemos descansar um pouco e nos prepararmos para o culto noturno, onde o Rev. José Vasconcelos expôs o sermão que fazia jus ao tema da atividade: “O que devo fazer para ser salvo?” e nos deixou como resposta “Crê no Senhor Jesus e serás salvo […]” -Lucas 16:31

Ainda seguindo o percurso da noite, fizemos um “tour” pela cidade e comemos alguma coisa. Nossa noite/madrugada se encerrou na chamada “Concha acústica”, um cartão postal e representante da cultura patoense.

  No domingo, o SOS estava às portas. Logo pela manhã, foram realizadas palestras alertando sobre o câncer de mama e o câncer de próstata, com depoimentos e interação dos ouvintes. Era mesmo uma pena as horas estarem passando tão rapidamente. Aproveitamos a tarde como pudemos. Fotos, brincadeiras, muita música e adoração a Deus. Dez da noite, era hora de voltarmos pra casa.

  Nossa volta foi marcada por mais música, música e música, claro que com alguns arranjos de palavras sem sentido causadas pelo sono e gritaria de todos os lados. Nosso motorista, o irmão Anthony, com certeza não poderia dormir com tanta animação e seu nome sendo citado em todas as nossas músicas, gritos e bagunças. Até fizemos algumas composições, acredita? Fizemos algumas paradas rápidas e logo estávamos em casa. Sem dúvidas foi uma atividade marcante com nossas mocidades, mostramos que juntos podemos contribuir grandemente com a obra do reino de Deus e que precisamos de atividades assim. Tudo isso contribui grandemente para o crescimento espiritual de todos. Mas sabe o que esse SOS Jovem também nos deixou? Uma imensa saudade dos nossos irmãos Patoenses.

 

Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” -Salmos 133:1

 

Raynara Marinho

Presidente da MPF do Paulista

  Confira as fotos do evento clicando aqui.

Acesse também www.ivanbotafe.com

Uma breve apresentação

Executiva MPFP  20140607_125623

Somos jovens Cristãos, membros da Igreja Presbiteriana Fundamentalista em Paulista-PE, onde formamos a Mocidade Presbiteriana Fundamentalista do Paulista, a MPFP. Juntos, temos o objetivo de trabalhar pelo crescimento do reino de Deus.

A revista digital  MPFP, nos servirá de ponte entre o mundo virtual e o mundo real, um verdadeiro guia de informações sobre tudo o que acontece em nossa Igreja/Mocidade, podendo ser tudo muito bem acompanhado aqui.

Atualmente, nossa versão online possui as seguintes categorias:

  1. Música e espiritualidade;
  2. Teatro, literatura e cinema;
  3. Esporte e lazer;
  4. Ação social;
  5. Saúde;
  6. Mensagem do dia;
  7. Hora da doutrina

Em cada um destes espaços, aqui abertos, esperamos levar até você, informação com qualidade, além de experiências e crescimento espiritual.

Como pode o jovem manter pura a sua conduta?
Vivendo de acordo com a tua palavra. 
-Salmo 119:9

Raynara Marinho

Presidente da MPF do Paulista